SINDICONTAS/PR »

Notícias » Sindicontas/PR

Imagem

Servidor do TCE-PR inspira com história de vida: Bruno Spadoni, médico, professor universitário e cantor de ópera

  • 04 de outubro de 2018

Responsável socialmente, músico, um homem familiar e um grande profissional. Essas características poderiam definir de maneira certeira quem é, aos 51 anos, Bruno Spadoni. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), o servidor público dedica o seu tempo também à ópera e à sua família. Entregue às coisas que se compromete a fazer, Spadoni foi reconhecido como cidadão honorário de Curitiba, em 2012. Esse é o primeiro personagem da série de entrevistas com servidores públicos do TCE-PR que, através da sua história de vida, conseguem inspirar tantos outros profissionais. O Sindicontas traz o projeto como uma forma de valorização da categoria.  

O médico conta que determinou a sua profissão por influências familiares, principalmente do seu pai, Benjamin Spadoni. “Ele era um homem muito bom, muito forte, inteligente e realizador, um exemplo muito inspirador”, relembra o servidor. Explica que o entusiasmo do seu pai, que também era médico, com a profissão fez com que ele acreditasse que era possível ter uma vida plena, cheia de significado. Ainda assim, não tinha certeza do que queria, a decisão só veio no dia da inscrição do vestibular. 

Depois da residência médica, Spadoni passou em um concurso do TCE/PR e trabalhou com o Dr. Maurício Larocca, que chegou a ser seu professor. Larocca o convidou para trabalhar no Hospital Universitário Cajuru, já que estavam precisando de uma equipe para ensinar a sua especialidade na residência médica. No hospital, trabalhou durante toda sua carreira até se tornar professor pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR), onde leciona a disciplina de Introdução ao Raciocínio Clínico. 

“Dentro da minha especialidade, eu trabalhei a maior parte do tempo cuidando de pacientes internados em hospital. Em 2016, deixei essa atividade e, desde então, me dedico principalmente a atender pacientes em casa, pessoas que tem fragilidade, o que dificulta serem levadas para atendimento”, explica o médico.

Ainda que cantasse em corais da igreja desde criança, o gosto real pela ópera surgiu apenas aos 35 anos. Foi quando Ana Luísa, sua filha, resolveu que queria estudar canto lírico. Quando levou a menina para as aulas, conheceu Neyde Thomas, uma cantora de carreira internacional que o convidou para estudar música. “Então tive um privilégio maravilhoso de estudar canto junto com a minha filha. Eu tinha a minha aula, e depois vinha ouvir a Ana Luísa cantar. Foi uma das coisas mais lindas que eu vivi”, relembra o médico, servidor público e também cantor.

Antes disso, em 1982, conheceu um maestro chamado José Penalva, que o convidou para cantar no coro da Sociedade Pró-Música de Curitiba, fundada e presidida por José Penalva e que se tornou uma importante companhia do gênero no Brasil. O título de cidadão honorário de Curitiba veio quando um dos cantores do coro manifestou o desejo de comemorar os 30 anos de existência da companhia e foi revertida a Bruno como uma homenagem por ter continuado o projeto após a morte do maestro.

“Foi bom porque, como eu soube só na hora, não deu tempo de ficar muito nervoso. Hoje eu carrego esse nome com alegria, com orgulho e sinto uma responsabilidade também, porque essa cidade é muito ilustre, na minha opinião. É uma cidade exemplo para o nosso Brasil”, ressalta Bruno Spadoni sobre a importância do título que recebeu. Ele disse que não costuma falar muito sobre a sua carreira musical, apenas com amigos da área, mesmo confessando que deveria enviar mais convites.

O servidor ainda enalteceu o apoio da sua família, esposa e filhas, como gratidão por tudo que conquistou até aqui. “É muito difícil conciliar muitas coisas ao mesmo tempo. Eu acabo cometendo erros por isso, mas cada um é como é. Eu sou músico porque seria impossível para mim não ser. Mas, já que sou, preciso me dedicar integralmente quando estou fazendo música. Da mesma forma, quando trabalho como médico, me entrego totalmente”, finalizou. 

O Sindicontas/PR compartilha a história de Bruno Spadoni como forma de valorização e divulgação das diversas vocações e talentos que temos escondidos dentre os nossos colegas servidores do TCE/PR. Se assim como o Bruno, você tem um talento escondido e que merece ser reconhecido, entre em contato conosco.

   
  Compartilhar no WhatsApp  

Comentários

06 de outubro de 2018 - 16:22

Iná Carla Ribeiro Rezende

Parabéns Bruno Spadoni, vc é exemplo para todos nós! Um homem temente a Deus, excelente filho, marido, pai e amigo amoroso e Ético em sua profissão! Que Deus abençoe ricamente a sua Vida! Um grande abraço!

06 de outubro de 2018 - 11:35

Natércia de Freitas Lemos

Parabéns Bruno. Que Deus te dê mais oportunidades de honra-lo com todos os seus talentos, em todas as áreas que vc ocupar.

Comente esta Notícia

código captcha
Assédio Moral
Fórum

Assembléia Online

Participe da democracia da qual o nosso Sindicato é feito.

Abaixo-assinados

Proponha e assine abaixo-assinados por melhorias na sua condição de trabalho.

Biblioteca do Servidor TC-PR

Sugira e confira os livros indicados para os servidores do TC lerem.

Estudos Técnicos

Acesse os estudos realizados pela nossa diretoria e pelos nossos associados.

Documentos

Acesse balancetes, cartas, acordos e demais documentos do nosso Sindicato.

Trabalhos Colaborativos

Colabore ativamente na produção conjunta de documentos, como alterações estatutárias e atas.

Cooperativa de Ensino

Saiba tudo sobre este projeto inovador do Sindicontas-PR.

Plano de Saúde e Previdência

Obtenha todas as informações necessárias para garantir a sua qualidade de vida.