SINDICONTAS/PR »
PEC 32

Notícias

Imagem

Salário de prefeito Rafael Greca e vereadores vai subir

  • 13 de janeiro de 2022

Matéria original/imagem: Tribuna Paraná 

As cinco propostas de reajuste ao funcionalismo público que serão discutidas em convocação extraordinária a partir da próxima semana na Câmara Municipal de Curitiba também visam promover aumento (recomposição inflacionária) nos salários dos agentes políticos: prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores.

Aplicando para os salários dos agentes do Executivo os mesmos índices relativos ao funcionalismo público municipal, os projetos elevariam, por exemplo, o salário do prefeito Rafael Greca de R$ 27.495,43 para R$ 31.265,56.

Para os servidores do Executivo, tramitam, na Câmara, dois projetos de lei com revisão salarial. O primeiro restabelece o reajuste de 3,14% concedido em 2020, mas suspenso por decreto do prefeito, no ano passado, após entendimento do Supremo Tribunal Federal de que reposição da inflação a servidores estavam vedadas pela Lei Complementar 173. A lei estabelecia o auxílio financeiro da União a estados e municípios para o enfrentamento da Covid-19, mas proibia o aumento dos gastos com pessoal.

O segundo projeto visa recompor as perdas com a inflação em 2021 – 10,25% de reajuste. Aplicados esses dois índices aos salários dos agentes políticos, temos os novos vencimentos no Executivo Municipal. O salário dos secretários municipais, por exemplo, saltará de R$ 18.281,10 para R$ 20.787,77. E o do vice-prefeito, Eduardo Pimentel (PSD), de R$ 12.395,63 para R$ 14.095,30.

O presidente da Câmara Municipal, Tico Kuzma (Pros) aproveitou a convocação extraordinária para também apresentar projeto de reajuste aos servidores do Legislativo e aos vereadores. Aos servidores, sem reajuste desde 2019, a proposta é de 19,22% de correção salarial. Já para os vereadores, o índice de revisão é de 11,59%. Assim, o salário de cada um dos 38 vereadores da capital subiria de R$ 15.594,73 para R$ 17.401,42. O salário do presidente da Câmara, neste caso, não será reajustado devido ao limite constitucional ao subsídio dos vereadores, de 75% do subsídio dos deputados estaduais, permanecendo em R$ 18.991,00.

Os outros dois projetos que tramitam na Casa visam conceder os reajustes de 3,14% e de 10,25% para os conselheiros tutelares. Nesta semana, as proposições passaram pelas comissões da Câmara, em sessão remota, e o plenário deverá ser convocado extraordinariamente já a partir da próxima segunda-feira (10). A intenção é aprovar os projetos ainda em janeiro para que os reajustes já constem na folha de pagamento deste mês.

 

   
  Compartilhar no WhatsApp  

Comente esta Notícia

código captcha
Assédio Moral
Fórum

Assembléia Online

Participe da democracia da qual o nosso Sindicato é feito.

Abaixo-assinados

Proponha e assine abaixo-assinados por melhorias na sua condição de trabalho.

Biblioteca do Servidor TC-PR

Sugira e confira os livros indicados para os servidores do TC lerem.

Estudos Técnicos

Acesse os estudos realizados pela nossa diretoria e pelos nossos associados.

Documentos

Acesse balancetes, cartas, acordos e demais documentos do nosso Sindicato.

Plano de Saúde e Previdência

Obtenha todas as informações necessárias para garantir a sua qualidade de vida.