SINDICONTAS/PR »

Notícias » Funcionalismo, Política

Imagem

Bolsonaro vai incluir TODAS as categorias no congelamento de salários

  • 21 de maio de 2020

Nesta quinta-feira (21) o presidente Jair Bolsonaro anunciou que vai aprovar o quanto antes o projeto de lei de socorro financeiro a estados e municípios. O presidente também informou que vai vetar o trecho do projeto que abre exceções para o congelamento de salários. Porém, vai publicar primeiro um decreto para chamar concursados da Polícia Rodoviária Federal.

“Estamos acertando pequenos ajustes que estão na iminência de serem solucionados”, informou o presidente durante reunião com governadores, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O projeto concede a unidades da federação um pacote de R$ 60 bilhões, dividido em cotas durante quatro meses. Em troca, as autoridades locais terão de congelar os salários no serviço público por um ano e meio. Entretanto, diversas categorias, com o apoio do governo, foram excluídas da suspensão de promoções pelo Congresso.

Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), escolhido como um dos três porta-vozes dos governadores, pediu que a primeira parcela seja paga até o dia 31 de maio, e que o presidente Bolsonaro  vetasse o trecho que possibilita a abertura de exceções para aumento salarial do funcionalismo.

“Essas despesas com pessoal, se tivermos 2020, 2021, vejo quase impossível dar qualquer aumento agora. A maioria dos governadores entende, a prerrogativa é do senhor, mas o veto deste artigo é fundamental”, afirmou o governador.

Você Pode Gostar Também:
 
O porta-voz garantiu que o pedido é da maioria dos governadores, mas a posição sobre o reajuste não era unanimidade entre eles.

Senado havia deixado de fora do congelamento algumas categorias

 
Segundo o projeto aprovado no Senado Federal,  os seguintes servidores iriam ter reajuste salarial:
  • funcionários públicos da área da saúde;

  • funcionários públicos da área de segurança; militares das Forças Armadas;

  • servidores da Polícia Federal (PF);

  • servidores da Polícia Rodoviária Federal (PRF);

  • guardas municipais; trabalhadores da educação pública como os professores;

  • agentes socioeducativos;

  • profissionais de limpeza urbana e de serviços funerários;

  • profissionais de assistência social;

  • servidores das carreiras periciais, como os peritos criminais.

No entanto, com a decisão do presidente Bolsonaro, todas as categorias, sem exceção, terão seus salários congelados.

FONTE: Notícias Concursos

   
  Compartilhar no WhatsApp  

Comente esta Notícia

código captcha

Notícias Relacionadas

15 de maio de 2020

À espera de socorro da União, estados preveem atraso nos salários de servidores após queda na arrecadação

 Os cofres dos governos estaduais estão sendo desidratados pela pandemia do novo...

15 de maio de 2020

Bolsonaro: “Vai faltar dinheiro para pagar servidor público”

Numa rápida conversa na manhã desta quinta-feira(14) com jornalistas, ao deixar o...

08 de maio de 2020

"Nós Vetaremos", diz Bolsonaro sobre reajuste salarial de servidores

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (7), que vai vetar trecho do...

Assédio Moral
Fórum

Assembléia Online

Participe da democracia da qual o nosso Sindicato é feito.

Abaixo-assinados

Proponha e assine abaixo-assinados por melhorias na sua condição de trabalho.

Biblioteca do Servidor TC-PR

Sugira e confira os livros indicados para os servidores do TC lerem.

Estudos Técnicos

Acesse os estudos realizados pela nossa diretoria e pelos nossos associados.

Documentos

Acesse balancetes, cartas, acordos e demais documentos do nosso Sindicato.

Plano de Saúde e Previdência

Obtenha todas as informações necessárias para garantir a sua qualidade de vida.