SINDICONTAS/PR »

Notícias

Imagem

Cepal projeta desaceleração da economia na América Latina

  • 01 de agosto de 2019
A Cepal, Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, apresentou nessa quarta-feira (31) a projeção sobre o crescimento econômico da região.
 
De acordo com a Comissão, em 2019, a tendência é que se mantenha uma trajetória descendente. O motivo é um contexto internacional com incertezas, somado  a um fraco desempenho do investimento, das exportações e do consumo interno.
 
Segundo o relatório, a região crescerá esse ano 0,5%, valor inferior ao observado em 2018, de 0,9%.
 
Diferentemente dos anos anteriores, em 2019, a desaceleração será generalizada, e afetará 21 dos 33 países da América Latina e do Caribe. Em média, a América do Sul deverá crescer 0,2%, a América Central 2,9% e o Caribe 2,1%.
 
Para ao Brasil, a previsão de crescimento do PIB neste ano é de 0,8%. Em 2018, a economia brasileira cresceu 1,1%.
 
Na avaliação da Cepal, para a retomada do crescimento dos países da América Latina, é necessário expandir o espaço de políticas para enfrentar a desaceleração, com medidas tanto na área fiscal, como na monetária, e relacionadas com o investimento e a produtividade.
 
   
  Compartilhar no WhatsApp  

Comente esta Notícia

código captcha
Assédio Moral
Fórum

Assembléia Online

Participe da democracia da qual o nosso Sindicato é feito.

Abaixo-assinados

Proponha e assine abaixo-assinados por melhorias na sua condição de trabalho.

Biblioteca do Servidor TC-PR

Sugira e confira os livros indicados para os servidores do TC lerem.

Estudos Técnicos

Acesse os estudos realizados pela nossa diretoria e pelos nossos associados.

Documentos

Acesse balancetes, cartas, acordos e demais documentos do nosso Sindicato.

Trabalhos Colaborativos

Colabore ativamente na produção conjunta de documentos, como alterações estatutárias e atas.

Cooperativa de Ensino

Saiba tudo sobre este projeto inovador do Sindicontas-PR.

Plano de Saúde e Previdência

Obtenha todas as informações necessárias para garantir a sua qualidade de vida.